30 de jun de 2012

Despedida ...

"O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem."
Guimarães Rosa

Triste foi ver nosso colega aposentar.
Aposentadoria compulsória é assim, tem que ser e ponto final. 
Sem discussão, sem conversa, é a lei e pronto.
Então chegou a hora do Henrique se despedir.
Em meio a tantas lágrimas ficou claro que ele sempre foi e será muito querido por todos nós.








28 de jun de 2012

Mini cupcake de coca-cola

Me deparei com essa receita de cupcake de coca-cola no blog que eu sigo da Renata (http://renatascrap.blogspot.com.br). 
Logo que vi a receita já fiquei com água na boca.

Depois que passou o nervosismo pós prova de inglês eu resolvi descontar na comida: não comendo, mas fazendo essas delícias para levar no café da manhã para a turma do trabalho.

Ingredientes para a massa:

-3 xícaras de chá de farinha de trigo peneirada
-1  xícara  de chá de chocolate em pó
- 1 lata de coca-cola
- 4 ovos
- 100 gr de margarina
- 1 col de sopa de fermento em pó 
- 2 xícaras de açucar

Bata as claras em neve e reserve.
Junte  as gemas, o açúcar e a margarina e misture
Adicione à mistura a farinha, o chocolate em pó e a coca-cola.
Por ultimo coloque as claras em neve e o fermento. 
Distribua a mistura nas forminhas de cupcake e leve ao forno médio

Como deixei para fazer a cobertura as 6:00 da matina, improvisei com o que eu tinha aqui.
Coloquei um pouco de Brown Cow (quem se lembra disso?)  e joguei por cima raspas de chocolate.

Ótima combinação. 

O resultado está aí 


23 de jun de 2012

Kit manicure


Embora a maioria dos salões de beleza tenha um cuidado com a higiene dos materiais utilizados, como alicates e espátulas, a possibilidade de contaminação ainda é muito grande. São acessórios cortantes, que podem ter contato com sangue, através de pequenos cortes e se não forem devidamente esterilizados, podem contaminar.
Para evitar qualquer risco, a dica é ter seu próprio kit
Uma doença que pode ser adquirida com esses instrumentos é a hepatite C.
Para montar seu próprio kit manicure é muito simples.
Basta uma nécessaire com os acessórios básicos :
  • Tesourinha para cortar unhas
  • Alicate para cutículas
  • Lixas de várias tipos e espessuras (para lixar e polir)
  • Base para unhas, esmalte e óleo secante
  • Pauzinhos para limpar o esmalte ao redor da unha
  • Lixas para a pele da sola dos pés

Inclua também pinça para sobrancelhas, que você usa quando vai limpar e desenhar as suas. Também é um material pessoal.
Aqui montei o kit com os itens mais importantes, mas você pode montar o seu conforme sua necessidade e preferência.




22 de jun de 2012

Festa Junina = Bolinho Caipira

Festa Junina sem bolinho caipira não é festa junina.


Aqui em São Paulo ninguém conhece o famoso bolinho caipira é um quitute da culinária caipira brasileira, originário do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo.

Não se conhece muito sobre a origem da iguaria, não havendo registros históricos ou fotográficos, sendo assim, uma tradição oral.
Há diversas teorias sobre onde e quando se originou o prato. Uma delas diz que ocorreu antes de colonização portuguesa, entre os índios puris, segundo a qual, era-se utilizado peixe e farinha na composição do salgado, até a vinda dos portugueses, que introduziram a carne de porco.
Outra hipótese afirma que o bolinho teria surgido com os tropeiros, durante o século XVII. 
Ao parar para comer, os tropeiros faziam uma mistura de farinha de milho e água, com tempero e enrolavam a massa num pequeno peixe, e então fritavam; dando assim, também, o formato atual do bolinho caipira.
Todavia, também sustenta-se que o bolinho tenha sido criado na cidade de Monteiro Lobato. 
Segundo esta suposição, o bolinho caipira era conhecido anteriormente como "bolinho da Toninha", por ser uma invenção de uma moradora do município. 
A iguaria era vendida no mercado tropeiro da cidade e, devido à sua posição dentro do Vale do Paraíba, a receita foi facilmente disseminada para outros municípios da região.
Em 2009, houve um esforço nas cidades da região, notavelmente em Jacareí, para se reconhecer o quitute como patrimônio cultural em tais municípios.
Com receitas ligeiramente diferentes, o bolinho caipira é um prato salgado, consumido principalmente em quermesses, sendo um dos pratos principais de festas juninas.
Misturado com farinha branca e amarela (fubá), sendo que a última predomina na composição da massa, o recheio é composto em geral por carne bovina moída ou por linguiça, sempre bem temperada. O detalhe é que a carne é colocada na massa crua.


Para quem ficou com água na boca e gosta de cozinha a receita é essa : 


Ingredientes:


Massa:
  • 1/2 kg de farinha de milho amarela
  • 1 l e 1/2 de água
  • 2 cubinhos de caldo de carne
  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 2 colheres de sopa de farinha de mandioca
Recheio::
  • 1/2 kg de carne moída
  • Cebola picada, alho amassado
  • Salsinha e cebolinha picadas
  • Sal e pimenta do reino, a gosto

Modo de preparo:
    Massa:
    1. Em uma vasilha junte as farinhas, vá misturando-as e desmanchando todos os grumos
    2. Adicione o óleo e reserve
    3. Ferva a água com o cubinho de caldo de carne
    4. Derrame sobre a farinha aos poucos e misture bem, mexendo sempre até que a massa fique homogênea
    5. Separe uma pequena porção da massa, e achate-a na palma da mão
    6. Coloque dentro um pouco do recheio (carne temperada crua) e feche com a própria massa dando o formato de um bolinho compridinho
    7. Feitos todos os bolinhos, frite-os em óleo quente
    8. Escorra-os em papel absorvente
    9. Sirva-os quentes
    Recheio:
    1. Misture todos os ingredientes e utilize a carne bem temperadinha "crua", pois se refogar antes fica seco
    Comer bolinho caipira na quermesse, não tem preço.
    O mais gostoso ainda é curtir a diversão. 
    Até meus pais entraram na farra.




    21 de jun de 2012

    Moleskine - The legendary notebook


    É uma marca de cadernos de notas produzida pela empresa italiana Moleskine SRL. 
    Embora o nome aluda ao tecido de mesmo nome, moleskin, o caderno não é produzido ou revestido com ele, e sim com uma capa dura envolvida por material impermeável. 
    Outras características que a distinguem são cantos arredondados, uma tira de elástico para mantê-la fechada (ou aberta em determinada página) e uma lombada costurada que permite que ela permaneça plana (a 180 graus) enquanto aberta. 
    A folha de rosto vem impressa para que o seu proprietário possa escrever os seus dados pessoais, assim como estipular um valor de recompensa caso alguém a encontre perdida.
    Moleskine voltou à moda em nossos dias após as descrições feitas pelo escritor Bruce Chatwin dos cadernos de notas que usou. 
    A sua versão atual, entretanto, não é uma descendente direta da Moleskine original. 
    Chatwin usou cadernos de notas similares constantemente durante as suas viagens e escreveu brilhantemente acerca deles. 
    O seu suprimento de cadernos, entretanto, cessou em 1986, quando a papelaria que lhos fornecia, na Rue de l’Ancienne Comédie, em Paris, informou-o de que o último fabricante de moleskines, uma pequena empresa familiar estabelecida em Tours, descontinuara a sua produção naquele ano, após o falecimento de seu proprietário.
    Moleskine srl comercializa os cadernos de notas Moleskine em muitas variedades, e frequentemente lança novos modelos da versão básica, tais como versões para "storyboard" e para repórteres.
    Em Maio de 2006, a Modo começou a produção da nova linha de cadernos de notas Moleskine, denominada "City Notebooks".
    Estes novos cadernos de notas apresentam informações específicas sobre as maiores cidades do mundo, e podem ser usados como guias personalizado pelo usuário para aquela determinada cidade. 
    Os cadernos têm as dimensões de 9 × 14 cm, com 228 páginas e três marcadores de cores diferentes. 
    Eles incluem um mapa geral da cidade, assim como mapas detalhados de áreas específicas da cidade e um índice de ruas. 
    Tem páginas em branco para anotações, assim como folhas removíveis para troca de mensagens e folhas transparentes adesivas para assinalar rotas personalizadas nos mapas.
    Uma secção indexada apresenta espaços para: "Comida: Lugares, lendas, receitas", "Drinques: Bares, caves, histórias", "Dormida: Lugares, sonhos, aventuras", "Pessoas: Nomes, rostos, encontros", "Lugares: Informação, compras, arte", e "Livros, filmes, música". 
    Complementarmente há cinco páginas indexadas em branco e uma folha de etiquetas incluindo quinze impressas e vinte em branco para o usuário personalizar a indexação a seu critério.

    CURIOSIDADE: Os produtos Moleskine são montados e costurados na Itália, mas impressos na China desde 2006. Detalhes impressos na etiqueta externa indicam essas mudanças.

    Sou ou não sou fissurada por Moleskines ?
    Também é ? Tem um ? Deixa seu recadinho ... 







    20 de jun de 2012

    História do Cupcake

    O Cupcake tomou conta do nosso vocabulário.

    Quase ninguém, fala em bolo de caneca, a sua verdadeira tradução. 
    A primeira menção que se tem na história sobre o Cupcake é que em meados de 1796 surgiu essa palavra porque realmente era para se fazer os bolinhos e assá-los em pequenas xícaras.

    Os Cupcakes nada mais são do que mini bolos. Assim como um bolo, podem ter diversos sabores, recheios e coberturas.
    É muito comum usar a cobertura de buttercream ou a de pasta americana.

    Nos Estados Unidos os Cupcakes são itens quase que diários na vida de todos por lá. 
    Café da manhã, lanche ... qualquer lugar você acha o Cupcake e com valores bem acessíveis.

    Aqui no Brasil um bom Cupcake custa no mínimo R$ 8,00 dependendo do recheio, decoração ou finalidade prepare para colocar a mão no bolso.

    Imagine só quanto não custaria esses ? 



    17 de jun de 2012

    Chá de fraldas da Manú

    Todos aqui viram as lindas fotos do book gestante da Tici e do Lucas. 
    Modelos não ?

    Pois é, a Manuella não nasceu ainda e já está fazendo um sucesso danado. Também, com esses papais super fofos ... vai ser paparicada mesmo.

    Sábado foi o chá de fraldas. Tudo superrrrrr delicado, organizado e no capricho. 
    Ela merece né ? E não é que o meu "trabalho" estava lá ? Pois é ... 1001 utilidades. 
    Não só foi utilizado na sessão de fotos como foi o enfeite da linda festa que eu pude conferir de perto.

    LUXO total.









    4 de jun de 2012

    Book Gestante

    Os papais Lucas e Ticianne já sabiam o que queriam para a Manuella.

    Tudo programadíssimo para a sessão de fotos, mas faltava um detalhe.

    Tici falou para mim que queria que o nome da Manuella saísse nas fotos e me falou da forma que queria e as cores.

    O resultado está aí. 
    Adorei e fiquei muito feliz em poder participar desse momento tão especial na vida dos dois.

    Seja bem vinda Manuella. Falta pouco !!!