18 de mai de 2014

A história do Deus Rá e de Hórus

Muita gente confunde o famoso Olho de Horus com Olho de Rá

O olho de Horus é um dos amuletos mais conhecidos no Egito. Seu significado é força, proteção.

Vamos primeiro a história de Rá :

A estória de Rá conta sobre a criação da Terra e como a raiva da humanidade  do Deus Rá cresceu a ponto de tentar destruí-lá usando sua filha, a Deusa Sekhmet.

Rá foi faraó por muitos anos e todos os obedeciam e o temiam. Mas acontece que o tempo passou e Rá envelheceu e o povo não queria mais obedece-lo e nem o temiam mais.
Então Rá ficou furioso e convocou todos os outros Deuses lhes dando a seguinte ordem : " Mande a destruição sobre toda a humanidade e virem seus Olhos contra eles".
Rá mandou seu "Olho" contra todo o povo através de sua filha Sekhmet, feroz e a mais terrível de todos os Deuses.
Como um leão feroz Ela matou todo mundo se deliciando com o sabor do sangue derramado.
O Rio Nilo ficou vermelho, de tanto sangue derramado, e até Rá se arrependeu de sua atitude mas naquele momento não podia conter a crueldade e a sede de sangue de Sekhmet. 

Só uma armadilha poderia parar aquela barbaridade. Pediu para trazer uma substancia de cor vermelha e misturou com litros de cerveja e jogou em cima do próximo lugar onde Sekhmet estava próxima.

Quando o sol nasceu Sekhmet vendo o chão todo ensanguentado achou que era de suas vítimas e com muito prazer bebeu tudo. Ela ficou tão bêbada que perdeu sua força. Não podia mais matar.

Ao invés de dormir ela foi cambaleando até seu pai e Rá disse : "você veio em paz, querida" e daquele momento em diante ela virou a Deusa Hathor, doce e meiga diferente do que era.

Rá continuou a governar mas com sua velhice foi perdendo cada vez mais sua sabedoria e nenhum dos outros Deuses eram tão sábios quanto ele.



Na mitologia egípcia, Hórus (ou Heru-sa-AsetHer'urHrwHr ou Hor-Hekenu) é o deus dos céus, muito embora sua concepção tenha ocorrido após a morte de Osíris. Hórus era filho de Osíris .

Tinha cabeça de falcão e os olhos representavam o Sol e a Lua. Matou Seth, tanto por vingança pela morte do pai, Osíris, como pela disputa do comando do Egito.

Após derrotar Seth, tornou-se o rei dos vivos no Egito. Perdeu um olho lutando com Seth, que foi substituído por um amuleto de serpente, (que os faraós passaram a usar na frente das coroas), o olho de Hórus, (anteriormente chamado de Olho de Rá, que simbolizava o poder real) e foi um dos amuletos mais usados no Egito em todas as épocas. Depois da recuperação, Hórus pôde organizar novos combates que o levaram à vitória decisiva sobre Seth.

O olho que Hórus feriu (o olho esquerdo) é o olho da Lua, o outro é o olho do Sol. Esta é uma explicação dos egípcios para as fases da lua, que seria o olho ferido de Hórus.

Alguns detalhes do personagem foram alterados ou mesclados com outros personagens ao longo das várias dinastias,seitas e religiões egípcias. Por exemplo, quando Heru (Hórus) se funde com Ra O Deus Sol, ele se torna Ra-Horakhty.

O olho de Horus egípcio tornou-se um importante símbolo de poder chamado de Wedjat, que além de proporcionar poder afastava o mau-olhado, pois segundo os egípcios os olhos eram os espelhos da alma.

O olho direito de Hórus representa a informação concreta, que é controlada pelo lado esquerdo do cérebro. Esse lado é responsável pelo entendimento de letras, palavras e números, e é mais voltado ao universo de um modo masculino.

O olho esquerdo representa a informação abstrata, é representado pela lua, e simboliza um lado feminino, com pensamentos e sentimentos, intuição, e a capacidade de enxergar um lado espiritual.





Nada fácil de entender né ?



Como sou apaixonada pelo Egito resolvi escrever um pouco para matar a saudade.
As fontes que eu usei foram : 
  • The Egyptology Hanfbook - A Course in the wonders of Egypt - Emily Sands
  • Art and History Egypt - Bonechi
  • http://pt.wikipedia.org
  • http://www.significados.com.br

6 de mai de 2014

Card made with love

De São Paulo para o Piauí.

Amizade é aquela que o carinho continua mesmo a km de distância.

Aniversário da Gio a gente nunca esquece.