31 de dez de 2012

O verdadeiro significado do Natal

Ainda falando um pouco sobre dezembro, Natal e seu verdadeiro significado.
O verdadeiro significado do Natal é comemorar o milagre do nascimento de Jesus Cristo e fazer despertar em todos nós a esperança em nosso Deus.
Embora tradicionalmente seja um dia santificado cristão, o Natal é amplamente comemorado por muitos não-cristãos, sendo que alguns de seus costumes populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs ou seculares. 
Costumes populares modernos típicos do feriado incluem a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes; incluindo as árvores de Natal, pisca-piscas e guirlandas, visco e presépios. 
Além disso, o Papai Noel é uma figura mitológica popular em muitos países, associada com os presentes para crianças.





Disneyland

California Adventure

30 de dez de 2012

Belive in Fairy Tale at Disneyland

A partir do dia 12 de novembro a Disneyland começou com a decoração natalina.

Tudo no parque gira em torno do Natal.

Nunca tinha ido nessa época e confesso que a noite é de emocionar qualquer um.

Tem uma parada com os personagens da Disney especial de Natal e o Castelo fica com uma iluminação especial, fazendo com que adultos e crianças soltem aquele UAUUUUU  coletivo ao acender todas as luzes.




28 de dez de 2012

California Adventure

Diferente dos gigantescos parques do complexo Disney em Orlando na Flórida, a Disneyland em Anaheim na Califórnia, primeira a existir, é bem modesta ... mas não menos bonita e mágica.

Dividida em 2 parque (Disneyland e California Adventure) é possível fazer os 2 em 1 dia, comprando aquele ingresso que você pode entrar e sair de um de outro quantas vezes quiser pois um é na frente do outro.

Se "hotspot" de qualquer Disney para se tirar foto é o Castelo, do parque California Adventure é uma linda Roda Gigante com o Mickey estampado nela. A noite ela fica toda iluminada.







26 de dez de 2012

Voar de balão em Luxor, Egito.

Todo mundo sabe (agora com o cenário MARAVILHOSO da novela Salve Jorge) que andar de balão na Cappadoccia é praticamente obrigatório para qualquer turista que vá a Turquia.

O que alguns não sabem é que , SIM, é possível andar de balão no Egito, em uma das cidades que eu particularmente considero a mais fascinante de de todas: LUXOR.

Os vôos são feitos ao amanhecer para pegar o por do sol, coisa mais linda que já vi ate hoje.

Logo de madrugada, uma van vai nos pegar no local combinado e de lá fazemos uma bela travessia que envolve uma parte de "lancha" onde é servido um pequeno café cortesia.

Chegamos ao local e onde saem os balões, logo de cara o nosso "piloto" avisa que o vento será nosso guia, a essa altura já estamos vendo o sol nascer .

O balão sobe, o sol deixa o dia alaranjado e todos aqueles templos construídos a tanto tempo fazem você ficar sem palavras.

Todo o passeio de balão foi organizado pela Memphis Tours.


Nascer do Sol em Luxor
Preparando para decolar

Escavações - ainda há muito o que encontrar no Egito

Templo de Luxor

Indescritível

Pouso divertido- é bem comum e ninguém se machuca 

24 de dez de 2012

Fly Away in Luxor

Esse LO, na verdade foi um PAP da DT Larrisa.

Algumas coisas, modifiquei porque scrapbooking é algo que tem que ficar a nossa cara. 
Contar a nossa história.

Aqui conto (em fotos e recortes) a minha viagem incrível ao Egito e meu passeio de balão em Luxor.





15 de dez de 2012

Disney é Pop Art

Pop Art (ou Arte pop) é um movimento artístico surgido no final da década de 1950 no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Nesse sentido, esse movimento se coloca na cena artística como uma das mãos que não se movia. Com o objetivo da crítica Tônica ao bombardeamento da sociedade capitalista pelos objetos de consumo da época, ela operava com signos estéticos de cores inusitadas massificados pela publicidade e pelo consumo, usando como materiais principais: gessotinta acrílicapoliésterlátex, produtos com cores intensas, fluorescentes, brilhantes e vibrantes, reproduzindo objetos do cotidiano em tamanho consideravelmente grande, como de uma escala de cinquenta para um,objeto pequeno , e depois ao tamanho normal.

Andy Warhol foi uma das figuras centrais da Pop art nos Estados Unidos. Como muitos outros artistas da Pop art, Andy Warhol criou obras em cima de mitos. Ao retratar ídolos da música popular e do cinema, como Michael JacksonElvis PresleyElizabeth TaylorMarlon Brando e, sua favorita, Marilyn Monroe, Warhol mostrava o quanto personalidades públicas são figuras impessoais e vazias; mostrava isso associando a técnica com que reproduzia estes retratos, numa produção mecânica ao invés do trabalho manual. Da mesma forma, utilizou a técnica da serigrafia para representar a impessoalidade do objeto produzido em massa para o consumo, como as garrafas de Coca-Cola e as latas de sopa Campbell.

No Brasil, um artista que segue o Pop art é o Romero Britto. 
Romero Britto nasceu no Recife, Brasil em 1963. 
Autodidata desde a mais tenra idade, ele pintou em superfícies, tais como os jornais. Em 1983, viajou para Paris, onde ele foi introduzido à obra de Matisse e de Picasso. Ele uni influências do cubismo com pop, para criar uma cidade vibrante, estilo icónico que o New York Times descreve, "emana calor, otimismo e amor."

Quem acha que na Disney não vai achar nada de arte, está profundamente enganado.

Personagens da Disney by Romero Britto. Muitooooo POP ART.





11 de dez de 2012

Casamento de Princesa

Pra quem acha que Disney é coisa de criança, vou aqui em alguns post .. aos poucos ... tentar convence-los de que não é.

Sou suspeita para dizer porque amo de paixão tudo que se refere a Disney e não me canso de ir aos parques, sempre que posso vou pra lá.

Escuto muitos falando, o mundo é tão grande porque você sempre vai para o mesmo lugar e justamente esse parque de "criança" ? Pois é. Cada um tem seu gosto, né ? A única coisa que digo é que lá realmente seus sonhos se tornam realidade ... e porque não realizar o sonho de casar no Castelo da Princesa ???



Vejam só vestido maravilhoso que vi na vitrine (que vontade de casar de novo).




Para quem, infelizmente, não conseguir ter a honra de casar no Castelo da Cinderela, não desanime, você pode levar o Mickey e a Minnie para seu casamento. 
Olha só que fofura esses noivinhos para o topo do bolo:




Gostaram ?

2 de nov de 2012

Disney x Star Wars


Desde que Darth Vader revelou que era o pai de Luke Skywalker, os fãs de "Star Wars" não ficavam tão boquiabertos como nesta terça (30), quando George Lucas anunciou a venda da Lucasfilm para a Disney e – mais importante – que uma nova trilogia chegaria ao cinema, a começar pelo "Episódio VII", em 2015.
As especulações sobre como serão esses novos filmes estão voando mais rápido do que a própria Millennium Falcon; afinal de contas, Lucas jurava que jamais continuaria a saga no cinema – o que, de certa forma, não era mentira, pois ele passou o comando de "Star Wars" para a produtora Kathleen Kennedy, que terá a responsabilidade de escolher o diretor dos novos filmes. Mas que ninguém se iluda que, aposentado ou não, Lucas manterá o olho no boi que já foi seu e agora pasta em outros campos.
Além de uma nova trilogia, o anúncio deixou claro que haverá outros filmes, independentemente da contagem de “episódios”. E há uma série de TV live-action dormente ainda sob a antiga gestão da Lucasfilm. É sobre a nova trilogia e esses projetos paralelos que UOL encarna o mestre Yoda e tenta enxergar o futuro, sempre com as palavras do próprio personagem em mente: “sempre em movimento o futuro está.”


Episódios VII, VIII e IX
Os fãs nunca engoliram a balela que George Lucas tentou vender à época da Nova Trilogia (1999-2002-2005), de que a saga sempre foi pensada como seis filmes sobre a família Skywalker. Entrevistas antigas, de 1978, revelam que ele considerou inicialmente 12 filmes – quatro trilogias – e que rascunhou sinopses para cada um dos episódios. Posteriormente, quando a história ganhou corpo na mente e no papel, o cineasta fechou a conta em nove longas-metragens. O que virá agora será exatamente esta trilogia final. Mas que história ela contará?
Para decepção de muita gente, é praticamente impossível que os Episódios VII, VIII e IX sejam baseados na trilogia de livros “Herdeiros do Império”, de Timothy Zahn (lançados no Brasil nos anos 1990 pela editora Best Seller e hoje fora de catálogo). Lucas sempre olhou com desdém para o material licenciado pela Lucasfilm (livros, quadrinhos, games) e, como dito, já deixou algo planejado de próprio punho.
Além disso, “Herdeiros do Império” se passa cinco anos depois dos eventos de "O Retorno de Jedi", o que implicaria em chamar novos atores para os papéis de Harrison Ford, Carrie Fisher e Mark Hamill e correr o risco de aumentar a ira dos velhos fãs, já tão destratados pelos rumos da Nova Trilogia. Outro fator contra é que esses personagens não teriam apelo para uma nova geração de fãs – hoje as crianças que crescem vendo "Clone Wars" identificam a saga com Anakin, Obi-Wan, Asoka e o capitão Rex, e não com Han, Luke e Leia.
O mais provável é que os Episódios VII, VIII e IX se passem 20 anos depois do encerramento da Trilogia Clássica (mesmo período de tempo que a separa da Nova Trilogia) e apresentem outra geração de heróis com uma nova “guerra nas estrelas” a ser vencida. E, com essa separação cronológica, é plenamente viável o envolvimento, em algum aspecto, de Harrison Ford, Carrie Fisher e Mark Hamill em participações especiais ou até mesmo como parte fundamental da trama.
Desde Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal que George Lucas e Harrison Ford apararam as arestas do relaciomento conturbado, e Mark Hamill nunca chegou a romper com o criador de Luke; Carrie Fisher jamais se furtou a participar de homenagens a Lucas, mas é um caso mais difícil pela personalidade e vida pessoal atribuladas.
Para deixar a possibilidade mais clara, em uma entrevista datada de 2004, Mark Hamill se recordou de uma conversa entre ele e George Lucas ocorrida em 1976, durante as filmagens de "Star Wars", na Tunísia. No papo, o cineasta perguntou ao então jovem ator se ele não gostaria de fazer uma participação especial em um “Episódio X”, em 2011 (segundo a ideia original de 12 filmes), no qual atuaria como um “Obi-Wan Kenobi passando o sabre de luz para a próxima nova esperança.” Será que uma miragem no deserto provocou esta visão da Força?


Todos os créditos http://www.uol.com.br

25 de out de 2012

Banner de aniversário da Marina

Minha sobrinha vai fazer aniversário.

Titia aqui teve a honra que ajudar na festinha maravilhosa da Marina.

A pedido da mamãe Jú, escrevi o nome da Marina, com muitas cores e muitos detalhes para ficar atrás da mesa do bolo.





16 de set de 2012

Café Árabe ou Café Turco

Que brasileiro AMA café isso é fato notório, mas alguém já provou o café árabe (ou turco como muitas vezes é conhecido) ?

É feito em um recipiente específico que se chama Dallah.





Em restaurantes árabes é muito comum encontrar esse café, que tem como diferencial o leve toque de cardomomo.

Para quem ainda não experimentou eu recomendo. 
Que tal tentar em casa ?

Café Árabe

Ingredientes:
• Cinco xícaras de café de água
• 2 colheres de chá de açúcar( ou à gosto)
• 5 colher de chá de pó de café com uma pitada cardamomo em pó (ou à gosto).

Modo de Preparo:
1. Coloque a água pra ferver, acrescente o açúcar, o pó de café e mexa em fogo médio.
2. Quando ferver diminua o fogo e deixe ferver por mais 1 minuto, tome cuidado para não tornar enquanto ferve.
3. Deixe assentar o pó, e sirva com 3 gotas de água de rosas (opcional).



6 de set de 2012

Keep Calm and Carry On

Você já deve ter visto esses cartazes pela internet.

Keep Calm and Carry On foi um cartaz criado pelo governo britânico durante a Segunda Guerra Mundial para motivar a população e acalmá-la diante do cenário de medo.

“Keep Calm” era, na verdade, parte de uma série de três cartazes. Os dois primeiros diziam “Your Courage, Your Cheerfulness, Your Resolution will bring us Victory” (Sua coragem, sua alegria, sua determinação nos trarão vitória) e “Freedom is in Peril, defend it with all your might” (A liberdade está em perigo, defenda-a com toda a sua força). 


Estes dois foram produzidos em maior escala e divulgados primeiro. O Your Courage, inclusive, fez muito sucesso na época.


Já o Keep Calm não ficou tão popular. A principal razão é porque ele só seria liberado para as ruas caso os nazistas tivessem sucesso em sua invasão, como uma mensagem motivacional para a população. Como esse desastre de guerra não chegou a acontecer, o cartaz não ficou tão conhecido.
Os cartazes foram criados para ter um design associado ao Ministério da Informação, de layout simples, tipografia única e reconhecível e com um ícone da coroa, representando o rei George VI (aquele do filme O Discurso do Rei, lembram?).
Quem criou o cartaz, ninguém sabe. O que se sabe é que em 2000, uma cópia dele foi descoberta no sebo Barter Books, na cidade de Alnwick, na Inglaterra. 

A criação virou domínio público e seu sucesso chegou, mesmo que tardiamente. Hoje, o Keep Calm and Carry On é utilizado por vários artistas e empresas para os mais diversos meios, desde adaptações publicitárias a ilustrações com o simples propósito de divertir. 







4 de set de 2012

Priminha querida

As meninas estão com tudo.

Minha prima foi abençoada com a chegada da Letícia o ano passado.
Depois de muitos desencontros ... finalmente consegui conhecer minha priminha.

Linda e muito paparicada. É ou não é uma princesa ?





27 de ago de 2012

Amor de pai, amor de mãe, amor eterno

Uma pequena lembrancinha para meus queridos amigos.
Os detalhes do foram feitos com furadores, para dar o toque especial nesse LO.
Espero que gostem.

So sweet !!!!



23 de ago de 2012

Cupcake de prestígio

Deu aquela vontade de comer um cupcake, mas não quer fazer muita bagunça na cozinha ?

Receita prática e rápida para um cupcake de prestígio :

- massa para bolo sabor côco (juntamente com os ingredientes necessários : leite, ovos e manteiga)
- chocolate em pó 
- chocolate em barra picado em pequenos quadradinho

Bater a massa para bolo (conforme a instrução da própria caixinha) junto com o chocolate em pó (a gosto do freguês, rsrs).
Colocar a massa pronta nas forminhas de cupcake, e no meio de cada forminha colocar um quadradinho de chocolate picado.

Pronto. 
Acredita ? 
Aguarde 30 a 35 min. em forno médio. 
Quando a massa crescer o quadradinho de chocolate vai ficar no meio da massa fazendo com que o cupcake fique recheado sem ter todo aquele trabalho cortar um pedaço da tampa e colocar o recheio dentro.

Uma outra dica é substituir o leite pelo creme de leite. Deixa a massa muito mais cremosa.

A cobertura ainda não pensei. Sugestões ?



19 de ago de 2012

Agora é a vez do Macaron


 Macaron é um doce feito com clara de ovo , açúcar de confeiteiro , açúcar granulado, amendôa e recheado com os mais variados sabores. 
Seu nome é derivado da palavra italiana Maccarone ou Maccherone .
O seu formato lembra o nosso tradicional bem-casado.
Macarons pode ser encontrada numa grande variedade de sabores, que vão desde o tradicional ( framboesa com chocolate) para os mais inusitados, como recheio de abacate.

Os macarons hoje são considerados um doce fino, típico de ser entregue em uma ocasião especial como lembrança de casamento (substituindo o famoso bem-casado), lembrança de festas e eventos importantes.

Por ser um doce que contêm amendôa na massa o seu valor é bem "salgado" comparado com qualquer outro doce fino, razão pela qual ele se torna um artigo de luxo.
Acreditem se quiser, o preço pode variar de R$ 5,00 a R$ 10,00 a unidade.

Apesar de predominantemente confecção de uma francesa, tem havido muito debate sobre as suas origens.
Em Paris, a Ladurée cadeia de lojas de pastelaria foi conhecida por seus macarons para cerca de 150 anos
Na Suíça o Luxemburgerli (também Luxemburguês) é semelhante a um macaron francês, mas diz-se ser mais leve e mais arejada em consistência.





30 de jul de 2012

Buquê de noiva. Dos tradicionais aos mais inusitados.

Todo mundo sabe que a noiva e o buquê tem que ser uma coisa só. Uma composição perfeita.
As vésperas do meu casamento, escutei que a noiva tem que amar o seu buquê.
Se não for assim, todo o casamento já vai por água a baixo. Dramático não ? Pode até ser, mas para quem está ali, sonhando com o momento perfeito o tal buquê (que para muitos não passa de algumas flores) tem um significado muitoooo especial.
O costume da noiva levar um buquê começou na Grécia Antiga. Naquela época eram constituídos por ramos de ervas e alho para atrair bons fluidos e afastar o mau-olhado.

No período da Idade Média as noivas faziam o trajeto a pé para a igreja, no qual recebiam flores, ervas e temperos para lhe trazerem sorte e felicidade, formando assim, no final do trajeto, um buquê. 
Foi na Europa que os arranjos tornaram-se mais sofisticados, com flores exóticas.
Na época Vitoriana, século XIX, era impróprio declarar abertamente seus sentimentos, criou-se então a “Linguagem das Flores” para demonstrar suas intenções sem falar uma palavra sequer. 
Os buquês passaram a ser escolhidos pelo significado das flores. 
Na antiga Polônia, acreditava-se que, colocando açúcar no buquê da noiva, seu temperamento se manteria "doce" ao longo do casamento (romântico, não).
O buquê nem sempre precisa combinar com os arranjos da festa e sim com o estilo da noiva.
Alguns estilos:

  • Romântico: Buquês estilo redondo ou braçada, nas cores vermelha, rosa, pink. Pode-se sugerir os tons sobre tons e acabamentos com laços e fitas.
  • Exóticos: Flores exóticas com mistura de cores, padrões e texturas.
  • Delicado: Formato redondo, cores suaves, tamanho proporcional. Acabamento sutil com pequenas flores e cetim.
  • Clássico: Buquês formais, redondos ou em cascata. As rosas, tulipas e orquídeas são as mais indicadas.
  • Moderno: Flores e combinações mais inusitadas. Cores mais fortes e contrastantes. Formato redondo “desestruturado” com folhagens e elementos diversos.





Assim como os formatos a escolha da flor é muito importante, para o que ela pretende passar para os convidados, no qual representa muito da personalidade da noiva. Como por exemplo:
  • Cactus: perseverança
  • Copo de leite: reconciliação
  • Tulipa: declaração de amor
  • Coroa imperial: majestade, poder
  • Margarida: inocência, virgindade
  • Camélia: beleza perfeita
  • Cravo amarelo: desprezo
  • Lírio: pureza
  • Miosótis: fidelidade
  • Flores do campo: juventude
  • Celósia: fertilidade
  • Cravos variados: rejeição
  • Crisântemo: paixão
  • Rosas: amor em suas várias formas
  • Dália: crescimento
  • Hortência: frieza, indiferença
  • Dedaleira: falsidade
  • Gerânio escuro: tristeza
  • Dente-de-leão: oráculo
  • Gérbera: vida, energia

Antigamente as noivas confeccionavam dois arranjos. Um era abençoado por um sacerdote e preservado numa redoma de vidro que era exposto na sala de casa ou no quarto. 
O outro era arremessado para as mulheres solteiras da festa, sendo dessa maneira a próxima a se casar, ritual que é realizado até hoje nas cerimônias.
Com o tempo os buquês de noivas foram substituídos de ervas por flores e ao final da cerimônia a noiva joga o Buquê. 
A sabedoria popular possui diversas crenças para quem pegar o buquê onde dizem que será a próxima a casar ou que terá uma vida prospera.
A modernidade e a criatividade aqui conta muito. Não só existe o buquê que a noiva joga para as convidadas como o buquê do noivo. Isso mesmo, mas nesse caso não é composto de flores e sim uma caixa vazia de whisky. Assim, o sortudo que pegar a caixa vazia leva a garrafa cheia para casa.



Além de jogar o buquê, a caixa de whisky, o famoso sapo de pelúcia (para virar príncipe depois) e olha que fofo esse buquê de Santo Antônio !!!! Além de lindo, deve ser tiro e queda. Quem será a sortuda que vai pegar esse ????