21 de jun de 2012

Moleskine - The legendary notebook


É uma marca de cadernos de notas produzida pela empresa italiana Moleskine SRL. 
Embora o nome aluda ao tecido de mesmo nome, moleskin, o caderno não é produzido ou revestido com ele, e sim com uma capa dura envolvida por material impermeável. 
Outras características que a distinguem são cantos arredondados, uma tira de elástico para mantê-la fechada (ou aberta em determinada página) e uma lombada costurada que permite que ela permaneça plana (a 180 graus) enquanto aberta. 
A folha de rosto vem impressa para que o seu proprietário possa escrever os seus dados pessoais, assim como estipular um valor de recompensa caso alguém a encontre perdida.
Moleskine voltou à moda em nossos dias após as descrições feitas pelo escritor Bruce Chatwin dos cadernos de notas que usou. 
A sua versão atual, entretanto, não é uma descendente direta da Moleskine original. 
Chatwin usou cadernos de notas similares constantemente durante as suas viagens e escreveu brilhantemente acerca deles. 
O seu suprimento de cadernos, entretanto, cessou em 1986, quando a papelaria que lhos fornecia, na Rue de l’Ancienne Comédie, em Paris, informou-o de que o último fabricante de moleskines, uma pequena empresa familiar estabelecida em Tours, descontinuara a sua produção naquele ano, após o falecimento de seu proprietário.
Moleskine srl comercializa os cadernos de notas Moleskine em muitas variedades, e frequentemente lança novos modelos da versão básica, tais como versões para "storyboard" e para repórteres.
Em Maio de 2006, a Modo começou a produção da nova linha de cadernos de notas Moleskine, denominada "City Notebooks".
Estes novos cadernos de notas apresentam informações específicas sobre as maiores cidades do mundo, e podem ser usados como guias personalizado pelo usuário para aquela determinada cidade. 
Os cadernos têm as dimensões de 9 × 14 cm, com 228 páginas e três marcadores de cores diferentes. 
Eles incluem um mapa geral da cidade, assim como mapas detalhados de áreas específicas da cidade e um índice de ruas. 
Tem páginas em branco para anotações, assim como folhas removíveis para troca de mensagens e folhas transparentes adesivas para assinalar rotas personalizadas nos mapas.
Uma secção indexada apresenta espaços para: "Comida: Lugares, lendas, receitas", "Drinques: Bares, caves, histórias", "Dormida: Lugares, sonhos, aventuras", "Pessoas: Nomes, rostos, encontros", "Lugares: Informação, compras, arte", e "Livros, filmes, música". 
Complementarmente há cinco páginas indexadas em branco e uma folha de etiquetas incluindo quinze impressas e vinte em branco para o usuário personalizar a indexação a seu critério.

CURIOSIDADE: Os produtos Moleskine são montados e costurados na Itália, mas impressos na China desde 2006. Detalhes impressos na etiqueta externa indicam essas mudanças.

Sou ou não sou fissurada por Moleskines ?
Também é ? Tem um ? Deixa seu recadinho ... 







3 comentários:

  1. Na próxima viagem eu vou querer o meu ...
    Eu adoro seus posts !!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Usei um moleskine na minha ultima viagem. Os mapas da cidade e do metro são uma mão na roda. Ele serviu como diário de viagem e é a coisa mais gostosa, meses depois, reler as histórias e relembrar as rotas.

    ResponderExcluir